Associação de Municípios da Cova da Beira

PPEC - Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica

Na sequência da submissão de candidaturas ao PPEC 2013-2014 - Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Eléctrica (Candidaturas da ERSE) a AMCB obteve aprovação a vários projectos e que tiveram inicio durante o ano de 2016 e que se prevê que a sua conclusão seja no primeiro trimestre de 2017.

A saber temos as seguintes candidaturas em conclusão:

BEEM-Balastros Electrónicos em Edifícios Municipais

Esta medida pretende reduzir a potência absorvida pelos sistemas de iluminação que tenham por base lâmpadas de descarga (vapor de mercúrio, sódio alta pressão e iodetos metálicos), reduzindo o desperdício de energia através da instalação de tecnologias que permitam um funcionamento mais eficiente na infraestrutura de iluminação existente.

A operação consiste na substituição dos atuais balastros ferromagnéticos de baixa eficiência energética por balastros eletrónicos dimáveis associado a um controlador eletrónico individual para gestão do sistema, permitindo a programação, supervisão e monitorização da infraestrutura.

A intervenção prevê a aplicação desta tecnologia em 1.240 luminárias/pontos-de-luz de iluminação em cerca de 40 infraestruturas dos municípios que fazem parte da AMCB.

Como benefícios da implementação desta medida resultam a economia de 666.680 kWh/ano, equivalentes a custos evitados de fornecimento de energia elétrica de 77.668 Euros. A valorização económica das emissões de CO2 evitadas é de 5.867 Euros.

O orçamento total da candidatura: 310.080,00 Euros e a taxa de financiamento de 80%.

IEEM-Iluminação Eficiente em Edifícios Municipais

A presente candidatura visa, na área da iluminação interior em edifícios de serviços municipais, a melhoria da eficiência energética, contribuindo para a melhoria das condições de conforto e visibilidade dos utentes nos locais das intervenções.

A intervenção prevê a reconversão de 8.320 luminárias/pontos-de-luz que utilizem actualmente lâmpadas tubulares fluorescentes de tecnologia T8 equipadas com balastros ferromagnéticos por lâmpadas tubulares fluorescentes de tecnologia T5 equipadas com balastros electrónicos.

Como benefícios da implementação desta medida resultam a economia de 751.187 kWh/ano, equivalentes a custos evitados de fornecimento de energia eléctrica de 87.513 Euros. A valorização económica das emissões de CO2 evitadas é de 6.610 Euros.

O orçamento total da candidatura: 192.544,00 Euros e a taxa de financiamento de 80%.

STEM - Solar Térmico em Edifícios Municipais

A presente candidatura visa, na área do aquecimento de águas quentes sanitárias AQS em edifícios e infraestruturas municipais, a melhoria da eficiência energética, contribuindo para a melhoria das condições de conforto dos utentes nos locais das intervenções.

A intervenção prevê a substituição de 39 termoacumuladores elétricos por sistemas solares térmicos equipados com sistema de apoio do tipo bomba de calor.

Como benefícios da implementação desta medida resultam a economia de 190.099 kWh/ano, equivalentes a custos evitados de fornecimento de energia elétrica de 22.147 Euros. A valorização económica das emissões de CO2 evitadas é de 1.673 Euros.

O orçamento total da candidatura: 163.900,00 Euros e a taxa de financiamento de  80%.