Associação de Municípios da Cova da Beira

Notícias

  • 26-04-2023

    Cartaz Oficial do V GP Internacional Beiras e Serra da Estrela

    26 a 28 de maio de 2023

  • 24-04-2023

    Apresentação dos planos de fogo controlado – Curso de Fogo Controlado

    Decorreu em Belmonte a apresentação dos vários Planos de Fogo Controlado dos formandos do Curso de Fogo Controlado promovido pela Associação de Municípios da Cova da Beira no âmbito do projeto BIOFRONTERA II – BIN SAL, financiado pelo programa Interreg VA España-Portugal (POCTEP).  

    O projeto conjunto desenvolvido entre a Associação de Municípios da Cova da Beira, a Diputacion de Salamanca e a Fundação Natureza y Homem, permitiu desenvolver diversas atividades na zona da Raia com especial destaque para esta Formação de Fogo Controlado

    A formação de cerca de 120 horas, entre teóricas e práticas, permitirá credenciar 18 técnicos locais com a capacidade de prescrição de Ações de Fogo Controlado para prevenção de Incêndios Florestais na região das Beiras e Serra da Estrela.

    A Associação de Municipios da Cova da Beira, tenta desta forma dar resposta às necessidades dos agentes locais e capacitar os municípios nomeadamente os técnicos das autarquias para a prescrição de fogo controlado.

    O Fogo controlado é uma importante ferramenta da Silvicultura Preventiva, que consiste no uso do fogo sob condições, normas e procedimentos previamente definidos no Plano de Fogo Controlado.

    O uso de fogo em condições atmosféricas favoráveis permite, com menos custos, alcançar objetivos extremamente importantes nas explorações silvícolas, silvopastoris, cinegéticas bem como no processo evolutivo dos ecossistemas, considerado por peritos como uma técnica, de relevante importância na prevenção de incêndios, diminuindo a área percorrida anualmente devido à redução das cargas de combustíveis florestais.

    As intervenções de fogo controlado no território enquadram-se num planeamento Local/ Municipal e têm como objetivos principais reduzir a carga de combustível existente e criar descontinuidades na vegetação, aumentando desta forma a resiliência do território à propagação de incêndios rurais.

    No âmbito das várias iniciativas que temos vindo a realizar para a adaptação às alterações climáticas, prevenção e gestão de riscos, consideramos fundamental munir os técnicos de ferramentas, importantes e muitas vezes decisivas, no combate a incêndios, como é o caso desta formação”, explica José Manuel Biscaia, Secretário-Geral da Associação de Municípios da Cova da Beira. A  Associação de Municípios da Cova da Beira tem como associados os municípios de Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Guarda, Manteigas, Meda, Penamacor, Pinhel, Sabugal e Trancoso.

  • 02-02-2023

    AMCB e CT BIN SAL (Comunidade de Trabalho Beira Interior Norte e Salamanca), Integram REDCOT – Rede Espanha – Portugal de Cooperação Transfronteiriça

    Em representação do Presidente do Conselho Diretivo da Associação de Municipios da Cova da Beira, Rui Ventura, que Preside também á Comunidade de Trabalho Beira Interior Norte e Salamanca, o Secretário Geral, José Manuel Biscaia, assinou dia 1 de fevereiro, o documento constitutivo da Rede Portugal-Espanha de Cooperação Transfronteiriça – REDCOT.

    O documento que constituiu a REDCOT (Rede Portugal — Espanha de Cooperação Transfronteiriça) foi assinado no Museu dos Coches, em Lisboa, numa cerimónia tutelada, pela ministra portuguesa da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, e pela ministra da Política Territorial de Espanha, Isabel Rodriguez Garcia, acompanhadas pela secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Isabel Ferreira, e pelo secretário-geral para o Desafio Demográfico, Francesc Boya.
    O protocolo tem como objetivo, dar uma resposta efectiva às populações locais nas áreas de cuidados de saúde de emergência, circulação de trabalhadores transfronteiriços, protecção civil, despovoamento e apoios sociais e económicos, sendo estas já áreas de atuação da AMCB, quer na área de influencia quer nos projetos transfronteiriços como são os casos da ECORAIA, o projeto Biofrontera entre outros…”.
    No âmbito do acordo, “ a Associação de Municipios da Cova da Beira e a Comunidade de Trabalho BIN SAL (Beira Interior Norte e Salamanca), têm já uma tradição de longos anos de trabalho conjunto em projetos transfronteiriços, este acordo vem reforçar e alargar a área de participação desta instituição ’’ José Manuel Custódia Biscaia
    O documento vai beneficiar que a população do interior tenha acesso a serviços essenciais na melhoria da qualidade de vida.

  • 20-01-2023

    Retomadas as ações de fogo controlado

    23, 24 e 25 de Janeiro

    No âmbito do projeto BIOFRONTERAII – INTERREG V A POCTEP,  nos próximos dias 23, 24 e 25 de Janeiro.serão retomadas as ações práticas do Curso de Fogo Controlado da Associação de Municípios da Cova da Beira.

    As ações irão decorrer no município de Seia, onde se pretende previsivelmente queimar uma parcela de pinhal bravo no primeiro dia, e nos dias seguintes parcelas de matos.

    O local de encontro é na Igreja Nova de São Romão às 10h00.

    Os veículos ligeiros de apoio à realização das ações está salvaguardo pela Proteção Civil do Município de Seia.

    Os formandos deverão ir equipados com respetivos EPI’s, rádios ROB, estações meteorológicas portáteis, ferramentas manuais multifuncionais e mantimentos necessários para se alimentarem ao longo do dia.

  • 15-12-2022

    BCEM 2.0 – Bombas de Calor em Edifícios Municipais e IPSS

    7ª Edição do Plano de Promoção da Eficiência Energética no Consumo de Energia (PPEC) 

    A presente candidatura tem como objetivo continuar o sucesso da medida “BCEM – Bombas de Calor em Edifícios Municipais”, abrangendo, nesta edição do PPEC, as IPSS.

    Nesta edição, propõe-se a substituição de equipamentos obsoletos de climatização (por ex. radiadores a óleo), por bombas de calor nos edifícios e infraestrutura dos municípios e IPSS, contribuindo para uma melhoria das condições de conforto dos utentes nos locais de intervenção.

    A intervenção prevê a substituição de 1650 equipamentos de climatização obsoletos por 550 bombas de calor do tipo Ar/Ar de Classe Energética A+ ou superior, com apoio de um sistema de Telegestão.

    A implementação da medida tem um custo de 651 205 Euros, englobando os custos de aquisição e instalação dos equipamentos e gestão/desenvolvimento da globalidade do projeto.

    Os benefícios esperados da implementação desta medida é a redução de 5 332 564kWh/ano, equivalentes a custos evitados de fornecimento de energia elétrica de   550 320,60 €/ano. A valorização económica das emissões de CO2 evitados é de 9 065,36 €/ano.

  • 14-12-2022

    7ª Edição do Plano de Promoção da Eficiência Energética no Consumo de Energia (PPEC)

    AgroEfficiency – Racionalização do Consumo de Energia – Eletricidade e Gás

    A Associação de Municípios da Cova da Beira (AMCB) propõe-se a realizar uma medida de carácter intangível, direcionada a empresas do setor agroalimentar, agricultores que tem negócios em nome individual e cooperativas agrícolas localizadas em todo o território nacional, com o objetivo de disponibilizar informação relevante, criar ferramentas e sensibilizar o público-alvo para a adoção de hábitos de consumo de energia (elétrica e de gás natural) eficientes e sustentáveis.

    Com a implementação do projeto, prevê-se a análise e operacionalização das melhores práticas de mercado (inclui a realização de auditorias energéticas), desenvolvimento de plataforma de partilha pública sobre a temática da eficiência energética (inclui ferramenta de gestão de consumos energéticos, formação, vídeos técnicos de poupança de energia e ferramenta de CRM) e desenvolvimento de rótulo AgroEffiency, incentivando as entidades a utilizar medidas de sustentabilidade energética na produção.

    Tendo em consideração as especificidades do público serão utilizados meios tradicionais de promoção, por um lado, mas ir-se-á estimular a utilização das tecnologias como ferramentas de gestão e de acesso ao conhecimento por outro.

    A medida será realizada em parceria com a RNAE – Associação das Agências da Energia e do Ambiente (Rede Nacional), UBI - Universidade da Beira Interior, IPG – Instituto Politécnico da Guarda e IPCB - Instituto Politécnico de Castelo Branco.

  • 07-12-2022

    7ª Edição do Plano de Promoção da Eficiência Energética no Consumo de Energia (PPEC) – Candidaturas Aprovadas

    Cobertura do Plano de Água em Piscinas Municipais Interiores

    A presente candidatura tem como objetivo a instalação de coberturas de planos de água em piscinas municipais nos municípios na área de abrangência da AMCB mais os municípios da Covilhã, Gouveia e Seia.

    A intervenção prevê a instalação de 17 coberturas do plano de água em piscinas municipais aquecidas, de forma a reduzir o consumo de gás das caldeiras e na redução de consumo da eletricidade, devido ao funcionamento dos desumidificadores. 

    A implementação da medida tem um custo de 596 730,14€, englobando os custos de aquisição e instalação dos equipamentos e gestão/desenvolvimento da globalidade do projeto.

    Os benefícios esperados da implementação esperados desta medida é a redução de 9 144 199,44kWh/ano, equivalentes a custos evitados de fornecimento de gás de 399 601,52€/ano. A valorização económica das emissões de CO2 evitados é de 72 239,18€/ano.

  • 30-11-2022

    AMCB Executa 5,4 milhões de Euros em Fundos Comunitários

    Esta semana no Jornal do Fundão, AMCB Executa 5,4 milhões de Euros em Fundos Comunitários, dos quais 3,8 milhões referentes ao Portugal 2020 nos seguintes projetos,
    - cadREDES - Cadastro das redes de saneamento e abastecimento de águas dos aglomerados urbanos dos municípios AMCB.
    - AMCBadapt- Ações de sensibilização sobre riscos associados às alterações climáticas.
    - Combate às discriminações e aos estereótipos - Formação de públicos estratégicos
    - Cultura em Rede das Beiras e Serra da Estrela
    Estes projetos foram cofinanciados pelo Portugal 2020, Centro 2020, POISE, POSEUR e POAT

  • 11-11-2022

    +Interior + Igualdade AMCB Curso de Técnico de Apoio à Vítima

    No sentido de apoiar os Gabinetes para a Igualdade de Género criados nos Municípios e na AMCB, no decorrer de 2022 a AMCB já promoveu a realização de 10 ações do Curso de Técnico/a de Apoio à Vítima, em dez municípios da região

    Esta formação veio permitir aos grupos de intervenção a aquisição de um conjunto de conhecimentos e de competências que permitem realizar um atendimento, acompanhamento e encaminhamento de vítimas de violência doméstica de forma rigorosa, dinâmica e crítica, mas mais que isso, capacita-os a agirem de forma preventiva e proactiva na sociedade por forma a sensibilizá-la, minimizando o número e o efeito destas situações.

    Estes cursos são promovidos no âmbito do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego - POISE, onde a Associação de Municípios da Cova de Beira obteve a aprovação da candidatura “+Interior +Igualdade” que tem como objetivo promover a igualdade de oportunidades e de género, a desconstrução de preconceitos, o diálogo intercultural e inter-religioso, a inclusão de comunidades marginalizadas e o combate às discriminações nos municípios de Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Guarda, Manteigas, Mêda, Penamacor, Pinhel, Sabugal, Seia e Trancoso.

  • 09-11-2022

    APP SmartClimAMCB

    Financiado pelo Portugal 2020 programa POSEUR, União Europeia 

    Já conhece a APP “SmartClimAMCB” ?! O objetivo, desta APP é complementar a estratégia dos Municipios no sentido da adaptação às Alterações Climáticas, aplicação esta, gratuita e já disponível na Play Store do Google, e na APP Store.

    Esta APP tem como objetivo, ter informação atualizada e em tempo real com varias notificações e informações sobre este assunto. Cartografia, Notícias de todos os Municípios e da AMCB, ocorrências que podem ser criadas pelos utilizadores, informações sobre as diversas estações meteorológicas (com designação de temperatura, pressão atmosférica, velocidade máxima do vento, precipitação, humidade, direção e velocidade do vento), e com uma vertente mais jovem, ‘’gamificação’’ com jogos de desafios, memória, palavras e questões climáticas, acrescendo ainda diversas informações sobre as alterações climáticas, possibilitando assim o retrato da realidade do território de abrangência da AMCB.

    Este Projeto foi financiado pelo Portugal 2020 programa POSEUR, União Europeia